Jun 3, 2010

Last Chance For A Slow Dance







Barcelona Experience (tudo em seu devido tempo)



A primeira vez que estive em Barcelona foi há cinco anos atrás, logo depois da tour de duas semanas pela França com o David Choe.

Com certeza a Espanha é um dos países que mais me sinto bem, desde a receptividade das pessoas até o clima e a comida.

Posso dizer que hoje vivo um momento de ouro, em que me sinto preparado para experimentar novos processos no meu trabalho e digo que esta exposição trouxe renovação no que faço e também na minha forma de olhar a vida.

"Last Chance For a Slow Dance"
é o nome de uma musica da banda Fugazi. Decidi pôr o nome da musica na minha exposição pelo maneira como estava me sentindo durante o processo das pinturas. A letra da música me passa uma certa sensação de sufoco e foi esse tipo de sentimento que tive durante estes últimos meses na produção dos trabalhos.

Visivelmente, cada acontecimento nessa viagem refletiu sobre o resultado final, e sinto um imenso prazer em compartilhar cada obra com as pessoas que estiveram e estão do meu lado.

Iñigo e Letícia da Galeria Iguapop que em todos os momentos estiveram prontos para me mostrar as melhores soluções e realizar uma exposição da qual me orgulho.

Ter pessoas como Sixeart  e San ao lado é algo que, para mim, tem muito valor. Não os considero simples artistas, mas seres humanos de extrema grandeza e pessoas que têm um imenso prazer pela vida.

Conheci San em 2005 e, desde então, tenho aprendido muito com ele. Comparo seu amor pela cozinha ao mesmo prazer e compulsão que tem pelo desenho e pela forma, ambos com extrema densidade. Quando eu estava em Barcelona, San estava em Milão, impedido de viajar por cinco dias pelo problema ocasionado pelas nuvens de cinzas vulcânicas. San chegou em Barcelona no dia da minha exposição, sem dormir e ainda me ajudou com os últimos preparativos.

Sixeart, que conheci no final do ano passado em São Paulo, me acolheu em sua casa por uma semana e durante este período, além de conversarmos sobre arte, mercado, cultura e relacionamentos, esteve ao meu lado todo o tempo, me auxiliando para uma melhor exibição, tomando horas do seu tempo para pregar as telas à moda antiga.

Outras pessoas que conheci durante a abertura também foram de real importância, como Cristina Juarez, amiga de Rene Almanza , que escreveu um dos melhores ensaios sobre o meu trabalho publicado no The Citrus Report e Angel Sans, um dos responsáveis pela revista de skate Uno, que me entrevistou e publicou um trabalho meu na capa .

Meus agradecimentos também a Suso 33 e Zosen, artistas que tenho respeito e admiração.




de luxe :)
We all die !!!!!
Leticia help me to cleanning the bowls
"best Michael Jackson drawing " competition
after the opening - Suso wins !
fotos: Iñigo Martinez Moller





"Pequena oração para quatro padres pedófilos"









"if you want to drink tea in a wine glass is necessary to throw away the wine"

"Se você quer beber o chá em um copo de vinho é necessário jogar fora o vinho"

provérbio chinês











Cânticos 1 - Acrilic on Canvas
195cm X 130cm
2010


Cânticos 2 - Acrilic on Canvas
195cm X 130cm
2010



Cânticos 5 - Acrilic on Canvas
195cm X 130cm
2010



Cânticos 3 - Acrilic on Canvas
195cm X 130cm
2010



Cânticos 4 - Acrilic on Canvas
195cm X 130cm
2010


Obrigado também a minha muié Malu Viotti e a Thais Beltrame, William Baglione , Adalberto Rossette e Flip.

2 comments:

malu viotti said...

te amo!

Nova10ordem said...

bah